03/10/2018

Representantes do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) visitaram nesta quarta-feira, integrantes da Agricultura Familiar, do Assentamento Chico Mendes, que fornecem produtos para a merenda servida às escolas e creches atendidas pela Prefeitura de Ituiutaba. A visita fez parte das atividades de monitoramento e assessoria, visando melhoria na execução programa e, consequentemente, na qualidade da alimentação servida em Ituiutaba e região. 

Segundo a extensionista do Instituto Federal do Sul de Minas, Raphaela da Silva Mendes, esta é uma etapa muito importante deste processo, pois permite conhecer de perto a realidade destes produtores e os benefícios, que a participação deles no Programa Nacional de Alimentação Escolar, trouxe para a vida de cada um deles. 

“O mais interessante é que, conversando com eles, percebemos que cada um tem uma história de superação e de conquista. Cada produto tem um valor sentimental agregado. Este é o grande objetivo deste projeto que envolve a participação dos produtores da Agricultura Familiar”, comentou a nutricionista e agente do PNAE, Alexandra Vieira Gonçalves.

Entre os produtores, o discurso foi o mesmo quando perguntados sobre a importância de participarem como fornecedores para a merenda escolar. Todos afirmaram que conseguiram melhoria na qualidade de vida e a realização de sonhos de consumo que antes eram inviáveis.

“A merenda é responsável por eu e minha família estarmos morando aqui no assentamento. Com o dinheiro que recebemos pelo fornecimento de produtos, reformamos e aumentamos nossa casa, trocamos nosso carro e investimos na atividade leiteira que desenvolvemos aqui no sítio, com a aquisição de animais mais produtivos. Nada disso seria possível sem o contrato com a merenda escolar”, disse a produtora Sandra Fátima de Freitas oliveira, responsável pela fabricação dos temperos utilizados na Cozinha Central.

Com contrato para fornecimento de biscoitos de polvilho, desde o ano de 2011, a produtora Izabel da Silva Lima também credita ao Programa Nacional de Alimentação Escolar, as conquistas e a melhoria na qualidade de vida que sua família alcançou nos últimos anos. “Nem consigo imaginar como seria se não tivéssemos esta renda. É muito bom você produzir alguma coisa tendo a certeza que seu produto já está colocado e o pagamento por ele está garantido”, disse ela.

As visitas realizadas nesta quarta-feira contaram ainda, com a participação de representantes da Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer; representantes do Conselho de Alimentação Escolar, o CAE; coordenadores do Departamento de Alimentação Escolar (DAE) e extensionistas da Emater.  

 

 

 

 

 

 

Fonte: Ascom

Voltar